Sylvia Maria
Ciasca

Presidente do Congresso

MENSAGEM DA PRESIDENTE

A Associação Brasileira de Neurologia, Psiquiatria Infantil e Profissões Afins (ABENEPI) vem, por meio do seu XXII Congresso Nacional e III Congresso Internacional, mostrar que a sua história se consolida cada vez mais no cenário científico. Trata-se da Associação mais antiga do Brasil, completados 46 anos, e a primeira na América Latina a agregar a interdisciplinaridade, envolvendo outros profissionais como componentes básicos de seu corpo associativo. Este ano se renova mais uma vez, trazendo o XXIII Congreso de La Academía Iberoamericana de Neurología Pediatrica (AINP) e o XX Congreso de La Federación Latino-americana de Psiquiatria (FLAPIA), para fazer conjunto ao seu programa, que visa divulgar as ciências que embasam a neurologia e a psiquiatria do país.

As três associações, juntas pela primeira vez no Brasil, mostrarão a força e a forma sobre como os problemas neuropsiquiátricos da infância e adolescência vem sendo trabalhados, pesquisados e abordados a partir dos mais diferentes caminhos no mundo das evidencias científicas. Quanto caminhamos! Mas há inúmeras e imensas possibilidades de darmos maiores e melhores passos para o conhecimento da criança e do adolescente, em todos os seus aspectos.

Propusemo-nos a pesquisar os direitos à Saúde, Escola, Educação e Família dessa população, além de outros aspectos. Estes direitos estão sendo respeitados? Como estamos atuando nestas diferentes áreas, em termos de avanços tecnológicos nos diagnósticos, tratamentos, processos interventivos e de reabilitação e na qualidade de vida?

Assim, a ABENEPI, AINP e FLAPIA se organizam em um momento único, reunindo pessoas de alto gabarito para responder a estas e outras perguntas, além de, talvez, nos mostrar como a força da união pode transpor e transcender aquilo que esperam de todos nós, profissionais da saúde, que devemos querer que a criança se desenvolva bem a sua infância e adolescência.

Sylvia Maria CiascaPresidente do Congresso

Rudimar dos Santos
Riesgo

Presidente do XXIII Congresso AINP

PALAVRA DO PRESIDENTE

A Academia Ibero-americana de Neurologia Pediátrica (AINP) segue fazendo história, na medida em que cumpre com suas vocações científicas e de fortalecimento das amizades entre os Neuropediatras da Ibero-américa.

A AINP foi fundada no verão de 1992, durante o IV Curso Ibero-americano de Pós-Graduação em Neurologia Pediátrica, transcorrido em Ávila, na Espanha. No mesmo ano, foi registrada como uma associação médica sem fins lucrativos no estado da Flórida (USA).

Temos a honra de receber os colegas no XXIII Congresso da AINP, que ocorrerá simultaneamente a outros dois importantes Eventos: O XXII Congresso Nacional da Abenepi (Associação Brasileira de Neurologia, Psiquiatria Infantil e Profissões Afins) e o XX Congresso da Flapia (Federação Latinoamericana de Psiquiatria Infantil.

Será um momento único, no qual três distintas associações se reunirão para discutir temas pediátricos atuais dentro da área da neurologia, da psiquiatria e das demais profissões afins, numa abordagem interdisciplinar e num ambiente de alta qualificação científica.

Estamos confiantes da importância deste momento histórico e satisfeitos pela honra em receber a todos os participantes. Tenhamos todos um ótimo Congresso!

Rudimar dos Santos Riesgo - Presidente do XXIII Congresso AINP

Ana Christina
Mageste

Presidente da FLAPIA

MENSAGEM DA PRESIDENTA DA FLAPIA

A Federação Latinoamericana de Psiquiatria de la Infancia, Adolescencia, Familia e Profisiones Afins (FLAPIA) se associou à Associação Brasileira de Neurologia e Psiquiatria Infantil (ABENEPI), à Academia Iberoamericana de Neurologia Pediátrica (AINP), para realizar, em Campos do Jordão, São Paulo, o nosso XX Congresso.

E como tema central, os direitos à Saúde, Escola, Educação e Família. Nada tão oportuno para ser discutido entre os profissionais da Latinoamerica.

Nossa proposta, é que juntos, ABENEPI, AINP e FLAPIA, consigamos nosso espaço nessa nova sociedade, com novas tecnologias, novos costumes, novas morais, morais, diferentes relações entre as pessoas e mais que isto, temos que estar à frente destas mudanças, pois é o quê essas famílias, as crianças e adolescentes esperam de nós.

Este é o desafio que temos. Convido a todos vocês, para estarmos juntos, e pensarmos como superá-lo.

Ana Christina Mageste - Presidente da FLAPIA


Desenvolvido por Zanda Multimeios da Infomação